terça-feira, 4 de maio de 2010

Easyway - Laudamus Vita



Laudamus Vita é o novo trabalho dos Easyway, e deixem que vos diga, que monstruoso trabalho. Composto por álbum e DVD/Filme onde 3 anos “in the making” valem bem a pena a espera e o empenho. Laudamus Vita, ou melhor, Saudamos a vida é sem dúvida até hoje o melhor e mais complexo trabalho deste quarteto, que demonstra um amadurecimento completo da composição, com musicas fantásticas daquela que nos fazem fechar os olhos e viajar pelo imaginário e desconhecido das nossas mentes. É de saudar o facto de toda esta produção ser suportada, escrita, composta, executada pela própria banda, ambos filme e álbum, contando com a colaboração de amigos / profissionais do meio audiovisual e musical, daí a necessidade de extra-valorizar este trabalho e esta dedicação, que culminou numa aventura pioneira nunca antes feita em Portugal, que relembra acontecimentos como o “The Wall” dos Pink Floyd que acompanhava o filme com o mesmo nome realizado por Alan Parker. A união Áudio com Visual torna este disco uma obra-prima e motivo de orgulho para o conjunto e para o próprio país e um sinal que o Rock não é nem nunca será estagnado enquanto houver vontades e criadores deste gabarito.

Quanto ao álbum, foge e muito aos registos anteriores da banda, colocando para traz o punk rock melódico tradicional, vestindo o álbum de ambientes mais pesados, mais ponderados e mais elegantes, mais compostos. Temas como o incontornável “The Viewer” que conta com a participação da mítica Sarah Bettens (K’s Choice), “Lux” que nos prende com o poderoso refrão brilhantemente executado por Tiago Afonso, “The Revelation” que nos transporta por viagens infindáveis onde nos deixa voar sem medo da queda, são temas que fazem de Laudamus Vita um trabalho único, um trabalho a rondar a genialidade, um álbum/filme por e de excelência, que merece todo o destaque e o seu lugar na história do Rock Português. Destaca-se também o trabalho de composição de orquestração levado a cabo por Miguel S. Marques que confere a Laudamus Vita um toque de classe e bom gosto, e porque não, epopeico.

Quanto ao filme, ou melhor, a metragem que acompanha a musica, é mais que um filme, é um explodir de todas as potencialidades do quarteto, das suas ideias e concretização das mesmas. Com excelente qualidade de imagem, e com excelentes interpretações da parte dos seus intervenientes conta a história de um personagem que se vê avassalado por acontecimentos que praticamente destroem a sua vida tal e qual como ele a conhece e o altera completamente, para no fim, acordar e saudar a vida porque tudo acontece por uma razão e nada é aleatório, mas quanto a história em concreto, fica aberto o convite para visualizarem este filme realizado e produzido por Danilo Warick, também baterista da banda.

São álbuns como este que vale a pena estar atento e querer conhecer mais do Rock Português, são temas como estes que nos tocam e remexem por dentro. Laudamus Vita é mais que um disco, é uma celebração, um acordar de consciências, uma bomba mental que nos deixa extasiados.

Para mais noticias e informações sobre a banda e seus intervenientes vão a:

www.easywayrock.com – Site oficial da banda
www.myspace.com/easyway - Myspace da banda
www.generatormusicstudios.com – Estúdio de gravação de Miguel Marques (guitarrista)
www.danilowarick.com – Realizador e baterista da banda
www.mikevisualguerrilla.com – Design da banda de Miguel P. Marques (baixista)
www.arthouse.pt – Management

S.F.

2 comentários:

  1. Tenho 2 coisas a acrescentar...

    Antes de mais Parabéns!

    e depois de tudo PARABÉNS!

    ResponderEliminar